José Gomes Ferreira e Sócrates…um manipulador de números a comentar um manipulador de números


de Eduardo Maltez Silva

não sendo isento o video, tentarei mostrar um pouco o outro lado dos números. (basta googlar para saber esses dados)

1. NÂO TINHAMOS DINHEIRO PARA SALÁRIOS
nenhum país do mundo cuja oposição impeça o pedido de empréstimos terá dinheiro para pagar os seus salários…NENHUM, nem Alemanha, nem china, nem estados unidos.
o senhor comentador “esquece-se” de dizer em que momento o ministro das finanças disse isso. Foi depois do PSD impedir o PEC4 e quando os juros para empréstimos já ia em 7% .esse “esquecimento” não é isenção…é manipulação de massas. O PSD queria subir ao poder, e tudo valia a pena, colocando o FMI e destruindo Portugal

2. O AUMENTO DA DIVIDA DESTE GOVERNO É HERANÇA DE SOCRATES
O comentador “esquece-se” de dizer qual a percentagem dessa herança de Sócrates no aumento da divida? Tbm se esquece de qual a percentagem de Santana, Cavaco, e os outros governos? Sabem quem foi o único governo a baixar os gastos do estado em relação ao PIB na historia da democracia? Sabem qd crescemos mais nos ultimos 20 anos? sabem quando ouve mais progressos na saude, no ensino, na reforma da seg social?
As alterações de suprimentos da Parpúblic num dos veículos para o BPN, foi 750 milhões (“HERANÇA” DE SOCRATES FOI APENAS 1% no ano de 2012) em 2011 pouco mais de 2% dos 38,2 mil milhões (com o bpn e scuts).
Se pegarem na divida em rácio com o PIB…Sócrates vence a milhas;
Se pegarem na divida com valores brutos…é ela por ela;
(ficam as duas a rondar os 37MM e 38MM de euros, já com a herança descontada)
A diferença está, que no primeiro caso, não estavamos em recessão, tinhamos um superavit em 2009 (antes do pec4), não tinhamos o desemprego a 16,6%, não tinhamos uma recessão nunca vista em Portugal, não tinhamos uma destruição do estado Social, não tinhamos uma paragem de todos os investimentos publicos que pudessem fazer a economia mover-se, não tinhamos vendido tudo que dava lucro do estado, não viviamos numa sociedade de direita neo-darwinista, onde salvam-se só os mais fortes…

3. O SÓCRATES É O MONSTRO DAS PPPs
A Ernst & Young, no estudo de 36 contratos aponta que estradas representem encargos líquidos futuros da ordem dos 8,7 mil milhões de euros (cerca de 74% do valor anterior, menos que a divida escondida da MADEIRA).
Sócrates conseguiu reduzir os encargos líquidos por via da renegociação dos contratos que permitiu introduzir portagens. De um lado fala-se dos valores brutos (48MM), do outro dos valores liquidos.
O que importa mais? o que se gasta…ou o que se gasta menos o lucro??
o ideal era ninguem pagar pelas portagens…mas qual o mal do utilizador pagador??? (até é de direita essa lógica)…
Mas conhecem alguma scut que não seja essencial? E hospital?
sabiam que os custos (embora elevados) dos hospitais PPPs, são mais baixos que se fossem 100% do estado?? mais barato só se não existissem…(lógica neo-liberal)
Das 22 PPP rodoviárias existentes, o Executivo Sócrates lançou apenas oito.
(não sabiam?? pois…a lavagem cerebral foi mesmo muito boa)
E este governo o que fez? NADA, ABSOLUTAMENTE NADA

Ao tornar Sócrates mais negro que carvão…tentam fazer com que este governo pareça branco e imaculado…São todos cinzentos…